G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Tópicos similares
Últimos assuntos
» MUSEU ONLINE
Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

» MUSEU OINLINE
Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

» MUSEOLOGIA
Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

» JORNAL DOSSABORES
Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

» LITERATURA
Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Rádio TugaNet
Geo Visitors Map
Outubro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 xxx Festival de Folclore- dia 18 JULHO 09- 21.30 horas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Antonio Mendes



Número de Mensagens : 823
Data de inscrição : 24/07/2008

MensagemAssunto: xxx Festival de Folclore- dia 18 JULHO 09- 21.30 horas   Qui Jun 11, 2009 10:13 pm

Deixamos aqui, um pequeno historial dos grupos participantes:

Rancho Folclórico de Torres Novas


TORRES NOVAS fica situada no Norte do Ribatejo /Região do Bairro e a sua representatividade assenta numa profunda recolha em toda a parte Norte do Concelho. De expressão rural apresenta uma vestimenta simples, de grande modéstia mas de enorme riqueza etnográfica. Quanto às suas danças, de entre as mesmas citamos Fadinhos, Bailaricos, Verde Gaios, Valsa e Moda a Dois Passos, Fados, Fandango.


Rancho Folclórico da Casa do Povo
de Lanheses


LANHESES fica na margem direita do Rio Lima sendo enquadrada a norte pela Serra de Arga. As suas actividades e as suas tradições foram definidas pela serra, pelo vale e pelo rio, tendo o barro vermelho determinado a indústria da cerâmica e da olaria, ao mesmo tempo que a agricultura, a pecuária e a pesca também eram actividades fundamentais .Sendo que o escoamento de todos estes produtos levou ao aparecimento de e sucessivas gerações de barqueiros.
É representativo do ALTO MINHO, região de que se considera fiel representante, o que deixa transparecer na alegria dos seus trajes, no ritmo dos seus cantares e na magia das suas danças.


Rancho Folclórico da Casa do Povo de Ílhavo

Visitar ILHAVO é tomar contacto com a paisagem inconfundível da sua Ria, a silhueta característica e airosa dos seus barcos, As suas bonitas praias da barra e Costa Nova, o panorama das Gafanhas, planícies infindáveis de areia de apreciável riqueza agrícola onde uma população laboriosa labuta de sol a sol na cultura da batata, milho e feijão.
Dada a variedade das actividades locais, inúmeros são os trajos que apresenta, enquanto entre as suas “modas”podemos referir “A Carrasquinha”,”A Real Caninha” e “A Farrapeira”.
É um pedaço da BEIRA LITORAL/ZONA VAREIRA.



Grupo Etnográfico da Casa do Povo de Souselas

SOUSELAS situa-se na BEIRA-LITORAL, na Região do Mondego, logo ali a dez quilómetros de Coimbra.
Nas suas danças predominam as modas de roda, vias e verde-gaios que eram bailados nos largos da Igreja e do Senhor do Terreiro, nas eiras, soalheiros, fogueiras e romarias. Merecem especial destaque o” vira roubado” e o “verde-gaio” de colunas traçadas a dois passos Inúmeros os trajos que apresentam.


Rancho Folclórico de Montargil

Terra que a partir da construção da Barragem se tornou um privilegiado espaço de turismo, MONTARGIL mantém toda a ruralidade que desde sempre a caracterizou e lhe conferiu uma cultura que a diferencia de forma bem vincada de qualquer outras.
Situada no ponto onde o Alentejo e o Ribatejo se encontram, logo numa zona de transição, fica esta vasta freguesia, que engloba algumas aldeias que são um convite aos que procuram um “encontro com a natureza” e por entre montes e e vales se pode apreciar toda a beleza do ruralismo.
Para o sociólogo e historiador José Salvado Travassos, o folclore de Montargil “ é a junção da alma alentejana com o trepidar do rico folclore da charneca ribatejana” mas, acrescentamos nós, também lá está a influência dos algarvios (primeiros tiradores de cortiça que aqui demandaram) e dos beirões (isto é) dos ratinhos em tempo de ceifa.
Terra com várias zonas de baile, aqui e ali uma moda menos rápida a puxar para a elegância (Verdigaio, Viras, Malverde, Passe Katre ) ou então para um ritmo mais elevado (Chotiças, Corridinho, Passo Largo,Fadinho). Sem esquecer as típicas”Saias” que são uma marca do Alentejo, também o Fandango faz parte do Folclore de Montargil.
Quanto ao trajo, era na generalidade pobre, mas rico em pormenores, sendo que na mulher com base no riscado e na chita vestia bonito. O Trajo de camponesa era único no país.



NOTA: o GRUPO ESPANHOL FALTOU Á SUA PALAVRA E JÁ NÃO VEM AO FESTIVAL.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
xxx Festival de Folclore- dia 18 JULHO 09- 21.30 horas
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» I FESTIVAL AÉREO DE CRATEUS - Ce
» Festival Eurovisão da Canção [III]
» Consórcio Grupo 21 - Julho
» Acampamento e Fim de Semana c/ o MTP 7 e 8 JULHO
» CRÓNICA DO AUTÓDROMO ESTORIL 01 JULHO!!!! =)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G.P.S.C. de Montargil :: Tradicional e Popular :: Etnografia e Folclore :: Rancho Folclorico de Montargil-
Ir para: