G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Tópicos similares
Últimos assuntos
» MUSEU ONLINE
Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

» MUSEU OINLINE
Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

» MUSEOLOGIA
Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

» JORNAL DOSSABORES
Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

» LITERATURA
Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Rádio TugaNet
Geo Visitors Map
Outubro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 Agente denuncia subcomissário e é condenado a 12 dia de multa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
pedrolopes

avatar

Número de Mensagens : 353
Idade : 39
Localização : http://www.youtube.com/user/pedrolopes777
Data de inscrição : 20/09/2008

MensagemAssunto: Agente denuncia subcomissário e é condenado a 12 dia de multa   Seg Maio 25, 2009 1:06 pm

Polícia quis multar um comissário por ir a falar ao telemóvel enquanto conduzia. O superior negou a acusação e um inquérito interno da PSP acabou a punir o agente por violar o dever de zelo

Um agente queixa-se de ter sido punido pelo Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP com uma pena de 12 dias de multa (equivalente a 447,52 euros) por ter denunciado que viu um oficial da PSP a conduzir e a falar ao telemóvel em simultâneo, infringindo o Código da Estrada. A Direcção Nacional da PSP refere oficialmente ao DN que "não pode pronunciar-se sobre os factos".

O agente José (nome fictício), que presta serviço no concelho de Oeiras, relatou ao DN que os factos ocorreram "pelas 12.00 de 11 de Setembro de 2007, mas só agora chegou a decisão do Cometlis".

Segundo contou, o subcomissário Manuel (nome fictício) - nessa data era comandante do agente José - "conduzia a viatura policial na Rua Oeiras du Piauí Brasil para entrar na esquadra de trânsito da PSP de Oeiras e segurava o telemóvel junto ao ouvido".

"Eu e dois colegas estávamos dentro da esquadra de trânsito, em frente à entrada, e vimo-lo a conduzir enquanto segurava o telemóvel. Por isso, depois fiz o corpo de auto relativo àquela infracção grave ao Código de Estrada, que estipula uma coima de 120 a 600 euros e inibição de conduzir de um a 12 meses", explicou o agente José.

"Na sua defesa, o subcomissário insiste que nunca chegou a atender o telemóvel nem falou. Diz que parou à entrada da esquadra de trânsito e falou sem ter o carro em andamento. Mas isso será outra infracção ao Código da Estrada, pois não pode ficar parado num cruzamento", diz o mesmo elemento da PSP.

Desde Setembro de 2007 que se tem arrastado este processo interno da PSP. Foram ouvidas testemunhas de ambas as partes, desenharam-se esquemas com o posicionamento de todos esses elementos no local onde ocorreram os factos e até se puseram as testemunhas frente a frente para falarem sobre o que viram naquele dia 11.

Mais de um ano e meio após os factos, chega finalmente a conclusão deste processo: Uma notificação dirigida ao agente José, aplicando-lhe uma pena de 12 dias de multa por ter violado o dever de zelo e o dever de aprumo do Regulamento Disciplinar da PSP.

"Essa multa de 447,52 euros é quase metade do meu ordenado mensal", queixa-se o agente José, salientando que o processo refe- re que ele "quis responsabilizar o seu superior hierárquico e is- so fez agravar a pena". "Esse superior hierárquico caluniou-me e ofendeu-me, porque, no processo, desmente a minha versão dos factos e diz que não corresponde à verdade. No fundo, chama-me mentiroso", frisa o mesmo agente.

Com o objectivo de saber como se explica que o autor de uma denúncia de uma infracção grave ao Código da Estrada passa a ser arguido e a ele é que é aplicada uma multa, o DN contactou a Direcção Nacional da PSP. Fonte oficial respondeu que, "em virtude do processo ainda não estar concluído, com a possibilidade de interposição de recurso - por parte do arguido -, não nos pronunciaremos sobre os factos ".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pedro-lopes-livros.blogspot.com
 
Agente denuncia subcomissário e é condenado a 12 dia de multa
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Salamandra/ 27° Capítulo- Exclusivo!!! Padre Ottero Flagra Annetta subordinando um agente da cadeia.
» Multas - Pagamento de selo fora de prazo
» Caça a multa
» Fut. Europeu - 16/17

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G.P.S.C. de Montargil :: Comunicação DIVULGAÇÂO :: Noticias Gerais-
Ir para: