G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Tópicos similares
Últimos assuntos
» MUSEU ONLINE
Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

» MUSEU OINLINE
Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

» MUSEOLOGIA
Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

» JORNAL DOSSABORES
Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

» LITERATURA
Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Rádio TugaNet
Geo Visitors Map
Outubro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 Governo autoriza abate de centenas de árvores na zona de expansão do Aeródromo de Ponte de Sor

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Luís Manso



Número de Mensagens : 435
Idade : 56
Localização : Montargil
Data de inscrição : 22/07/2008

MensagemAssunto: Governo autoriza abate de centenas de árvores na zona de expansão do Aeródromo de Ponte de Sor   Sex Abr 24, 2009 6:29 pm

21.04.2009 - 15h41 Lusa
O Governo autorizou o abate de centenas de árvores num povoamento florestal, localizado na zona de expansão do Aeródromo Municipal de Ponte de Sor, considerando a medida de "imprescindível utilidade pública".

O despacho, já publicado em Diário da República, foi assinado pelos ministérios da Administração Interna, do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional e da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas.

A Declaração de Imprescindível Utilidade Pública (DIUP), assinada pelos três ministérios, autoriza a Câmara Municipal de Ponte de Sor a abater 190 sobreiros adultos, 6386 sobreiros jovens, 240 azinheiras adultas e 2482 azinheiras jovens que radicam numa área de 33 hectares.

O município de Ponte de Sor, que, entretanto, já tinha começado a abater árvores, com a contestação da associação ambientalista Quercus, pretende executar com "urgência", naquele povoamento florestal, a obra de construção de uma nova pista com 1495 metros de comprimento e uma torre.

Estas obras têm como objectivo criar condições para que seja sedeada em Ponte de Sor a base principal dos meios aéreos de Protecção Civil, a nível nacional.

No despacho, o Governo tem em consideração "o relevante interesse público, económico e social da ampliação do Aeródromo Municipal, bem como a sua sustentabilidade, uma vez que foi o local escolhido, a nível nacional, pelo Ministério da Administração Interna para ser sedeada a base principal dos meios aéreos de Protecção Civil".

O Governo alega ainda que esta decisão prende-se com a "inexistência de alternativas válidas à sua localização, uma vez que se trata de uma ampliação de uma infra-estrutura existente".

No mesmo despacho, o município de Ponte de Sor fica "condicionado" à aprovação e à implementação do projecto de compensação e respectivo plano de gestação (sobreiros e azinheiras) numa outra área daquele concelho alentejano.

Para o efeito, a autarquia terá que efectuar a respectiva "beneficiação" numa herdade com cerca de 102 hectares, cedida pela Junta de Freguesia de Galveias.

Contactado hoje pela agência Lusa, Nuno Sequeira, responsável do núcleo regional de Portalegre da Quercus, "lamentou" esta decisão.

"Isto é tudo ao contrário. Este despacho deveria ter saído em Outubro, pois, entretanto, a autarquia já abateu sobreiros e azinheiras", observou.

Nuno Sequeira espera, agora, por uma decisão do Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR, uma vez que a autarquia foi "autuada" por ter, alegadamente, abatido sobreiros e azinheiras sem o respectivo despacho governamental ter sido publicado.

"Houve um acto ilegal que foi praticado (o abate de sobreiros e azinheiras antes do despacho ter sido publicado) e a autarquia foi autuada pelo Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente. Agora esperamos a decisão", declarou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
pedrolopes

avatar

Número de Mensagens : 353
Idade : 39
Localização : http://www.youtube.com/user/pedrolopes777
Data de inscrição : 20/09/2008

MensagemAssunto: Re: Governo autoriza abate de centenas de árvores na zona de expansão do Aeródromo de Ponte de Sor   Sex Maio 08, 2009 9:08 am

O Aeródromo Municipal de Ponte de Sor vai ser dotado de uma nova pista e de outros equipamentos, num investimento camarário superior a seis milhões de euros.

A directora do aeródromo, Sandra Catarino, explicou à agência Lusa que a nova pista, com 1800 metros, será equipada com iluminação para permitir a sua utilização nocturna. Num investimento municipal de 3,5 milhões de euros, a construção da nova pista com iluminação deverá arrancar em Setembro para ficar concluída no final do próximo ano. A actual pista, com 800 metros, vai ser transformada em “taxiway”.
Base principal dos meios aéreos da Protecção Civil, o Aeródromo de Ponte de Sor acolhe, em instalações provisórias, a Empresa de Meios Aéreos (EMA), criada pelo Estado. Para a EMA, segundo Sandra Catarino, o município de Ponte de Sor vai investir cerca de 2,6 milhões de euros na construção de um hangar, uma placa de estacionamento e de um edifício de apoio, obra que será financiada pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN).
Com o arranque previsto para Agosto, as obras deverão estar concluídas em Maio do próximo ano, previu a responsável do aeródromo.
O aeródromo está de “prontidão” durante a fase "Charlie" - iniciada a 01 de Julho e que se prolonga até 30 de Setembro - período considerado mais crítico em matéria de incêndios florestais. Esta é a fase que mobiliza mais meios humanos e materiais, num total de 2.266 veículos, 9.642 elementos e 56 meios aéreos.
Em Ponte de Sor, no distrito de Portalegre, existe durante o ano uma equipa de bombeiros afecta ao complexo aeronáutico, destinada a actuar em caso de acidentes com aeronaves. Mas, durante o Verão, segundo a directora do aeródromo, "as instalações albergam equipas de apoio, reforçadas, prontas para actuar no combate aos incêndios".
Depois da época de incêndios, em que os helicópteros e os aviões do Estado estão distribuídos pelo país, "todas as aeronaves regressam ao aeródromo", porque este complexo é "a base principal dos meios aéreos da Protecção Civil”, explicou. “Em Ponte de Sor fica uma aeronave pronta para responder às solicitações de combate aos incêndios", integrada no dispositivo do norte alentejano, disse.
O abastecimento de água para pulverizar as zonas afectadas pelas chamas é assegurado pelo plano de água da Barragem de Montargil.
Sob gestão da Câmara Municipal de Ponte de Sor, convivem na infra-estrutura aeronáutica outras entidades particulares, como uma escola de pára-quedistas e empresas de montagem e manutenção de aeronaves, descreveu Sandra Catarino.
A par da pista de descolagem e aterragem, existem "taxiways", quatro hangares e uma placa de estacionamento.
(Lusa, 09 de Julho de 2008, republicado no sítio Internet do Governo Civil de Portalegre)[img][/img]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pedro-lopes-livros.blogspot.com
 
Governo autoriza abate de centenas de árvores na zona de expansão do Aeródromo de Ponte de Sor
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» URGENTE - bebés em risco de abate
» Tenho centenas de pin's para troca - João Casal
» Primer - Como utilizar
» Tudo o que você sempre quis saber sobre aerógrafos - Parte III
» 1ºMega Passeio/ Picnic Em Memória dos Motards que partiram "Oficial do MTP" 02/02

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G.P.S.C. de Montargil :: Comunicação DIVULGAÇÂO :: Noticias Gerais-
Ir para: