G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Tópicos similares
Últimos assuntos
» MUSEU ONLINE
Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

» MUSEU OINLINE
Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

» MUSEOLOGIA
Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

» JORNAL DOSSABORES
Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

» LITERATURA
Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Rádio TugaNet
Geo Visitors Map
Agosto 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 FESTA DAS ESCOLAS DE FOLCLORE 2009

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: FESTA DAS ESCOLAS DE FOLCLORE 2009   Dom Mar 22, 2009 9:11 pm

MONTARGIL
XVII Festa das Escolas de Folclore
Sábado dia 28 de Março 2009
Casa do Povo 15h 30m



Começamos antes de mais por dizer, que este encontro não é um festival infantil, mas uma Festa de Escolas de Folclore— Infantis e Juvenis. E que neste momento existem duas concepções diferentes quanto ao folclore de e para crianças: 1)- que entende que as crianças devem trajar como tal, cantar as cantigas , apresentar as danças de roda e os jogos que faziam nos tempos de escola; 2)-que entende que o grupo deve ser, não uma miniatura do grupo adulto ,mas uma imagem do mesmo podendo no entanto ser complementada com as tais brincadeiras que se faziam na escola.
Hoje vamos aqui ter os dois exemplos!

Entretanto se o folclore é sempre uma festa, o que dizer quando se trata de crianças e de jovens? Digamos que momentos de magia e de encantamento.

FARO, BENAVENTE e ALENQUER, obrigado por terem vindo até nós.








Rancho Folclórico de Alenquer


Alenquer fica no distrito de Lisboa, na província da Estremadura, e integra a Região de Turismo de Oeste. É sede de um concelho rural, onde os antigos fidalgos da Corte possuíam grandes quintas onde trabalhavam numerosos descendentes dos antigos Mouros que ali se fixavam após terem sido expulsos da cidade de Lisboa.
É uma Região Casaleira, pois nela se vivia em pequenos aglomerados de casas situadas nas imediações das referidas Quintas , e chamadas de Casais. Os trajes deste Grupo são cópias fieis dos ali usados em finais do século XIX. Das suas danças e cantares destacam-se como os mais genuínos os Bailaricos e os Verdigaios.




Rancho Típico Saia Rodada de Benavente

BENAVENTE é uma terra de tradição agrícola, que banhada pelo Rio Sorraia fica no coração do Ribatejo, e é circundada por vastas Lezírias
Viras, verde gaios, bailaricos, escovinhas, rodados e marcados, compostos pelos seus sapateados, o tradicional fandango, mostram a beleza, a garra e a dinamização das gentes alegres, vivas e lestas.
Como opção principal ,os trajos que em dias de festa são usados pelos Campinos e pelas Campinas.
Grupo Folclórico Infantil de Faro

Dá os primeiros passos em Novembro de 2002 e visa dar continuidade ao projecto “Folclore nas Escolas” que foi iniciado em 1994 por alguns elementos do Grupo Folclórico de Faro, em diversas escolas do ensino básico.
Embora os objectivos deste Grupo seja garantir a continuidade do grupo adulto,no futuro, para já o s seus elementos trajam, brincam e dançam como as crianças algarvias de antanho.
Entendem os seus mentores que é uma maneira de fomentar o gosto pelo folclore, sensibilizando os mais novos para a a preservação e divulgação das tradições populares do concelho e da região.


Rancho Folclórico de Montargil
(Grupo Infantil e Juvenil)

Nas palavras de um historiador e sociólogo, o folclore de Montargil é a junção da alma alentejana com a vivacidade da charneca ribatejana, e a que não falta ainda, acrescentamos nós, a marca da presença algarvia (tiradores de cortiça) e beirâ (“ratinhos” em tempo de ceifa).
E, por quê, perguntam-nos, um grupo infantil e juvenil e não apenas infantil?
Porque a nossa opção é a da imagem do grupo adulto— não confundir com a de um grupo adulto em miniatura— dado o seu grau de dificuldade o tempo de aprendizagem seria de certo modo prolongado, o que levaria à desmotivação, à desistência. Sendo ainda de considerar que a aprendizagem será mais rápida e aliciante, se quem não sabe tiver um par que já sabe. Certo que este processo poderia ser usado apenas em ensaios, mas as actuações são moralizadoras e têm que ter um mínimo de qualidade.
Claro que não é apresentada toda a variedade de trajo que a nossa tradição encerra, dado que alguns não são adequados à criança, assim como não é esquecido um momento de brincadeira em tempo de recreio na escola. Quanto às cantigas e às danças, do vira e do verdigaio, à chotiça, ao passo largo e ao corridinho, e sem especer o fandango, tudo vai estar no terreiro mas só possível porque o grupo também é juvenil.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
FESTA DAS ESCOLAS DE FOLCLORE 2009
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Comentários] Tamashii Nations 2009 Autumn (Novidades).
» Dodge Challenger SRT8 2009 - Revell (FINALIZADO)
» II Workshop Garagem Plastmania/Bossolani - Dez/2009
» P-40M Hobby Boss na 1/72 finalizado em 25/06/2009
» Bell 212 , Twin Pack. Finalizado em 26/11/2009

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G.P.S.C. de Montargil :: Comunicação DIVULGAÇÂO :: Noticias de Montargil-
Ir para: