G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
» MUSEU ONLINE
Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

» MUSEU OINLINE
Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

» MUSEOLOGIA
Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

» JORNAL DOSSABORES
Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

» LITERATURA
Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Rádio TugaNet
Geo Visitors Map
Dezembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 Trajes tradicionais

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Antonio Mendes



Número de Mensagens : 823
Data de inscrição : 24/07/2008

MensagemAssunto: Trajes tradicionais   Ter Jan 20, 2009 6:29 pm

Camponesa


Blusa com abas e “mangos” (estes de meia velha ou do riscado da saia); saia de riscado escuro, arregaçada e atada no “cós” ( se a saia fosse mais curta já não era arregaçada); ceroula de ganga atada em baixo; chapéu sobre o lenço e este, conforme a época do ano, atado atrás, em cima sobre o chapéu ou à frente; meias escuras de cordão (ou sem meias); sapato de atanado e de sola, sendo que na maioria do tempo andavam descalça.
Quanto à maneira como e onde atava o lenço, em tempo frio era atado à frente e por vezes tapando o próprio queixo; em tempo de calor era então atado em cima sobre o chapéu ou atrás.

Tratando -se de um contrato à semana ou à quinzena, quando à segunda-feira a camponesa ia para o trabalho, vestia uma outra saia mais comprida sobre a que levava ( se fosse curta, porque se fosse “arregaçada” já tinha que despir esta)e punha ainda um avental de variados tamanhos e feitios),e metido no cós um lenço. Saia e avental que retirava ao chegar ao trabalho, voltando a vestir no dia do regresso a casa. Se no entanto era para vir dormir a casa, levava logo e apenas o fato com que ia trabalhar.

(Lino Mendes)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Antonio Mendes



Número de Mensagens : 823
Data de inscrição : 24/07/2008

MensagemAssunto: Re: Trajes tradicionais   Ter Jan 20, 2009 6:31 pm

Trajo
Domingueiro de Mulher

Blusa de chita, com aba ; avental grande, a 1/3 da bainha da saia; Saia de “baeta” e de vários outros tecidos ( sem fibra); Franzida; comprida até aos artelhos; lenço vulgar, sem chapéu; quando em cabelo usava carrapito; meias de “fio de escoce”; sapato preto que podia ser abotinado, de meio salto e atacoado .de sola.
Outros tecidos para a blusa: popelina e piquê. Outros tecidos para a saia: marino, piquê e lã (fazenda). Para o avental: opalina.

De referir que o trajo domingueiro era também o de ir à missa e a festas podendo acabar por ser usado “de semana” quando já bastante usado.

A blusa podia não ser com aba.
(Lino Mendes)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Trajes tradicionais
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G.P.S.C. de Montargil :: Tradicional e Popular :: Etnografia e Folclore :: Rancho Folclorico de Montargil-
Ir para: