G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Tópicos similares
    Últimos assuntos
    » MUSEU ONLINE
    Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

    » MUSEU ONLINE
    Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

    » MUSEU ONLINE
    Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

    » MUSEU OINLINE
    Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

    » MUSEOLOGIA
    Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

    » JORNAL DOSSABORES
    Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

    » LITERATURA
    Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

    » O LIVRO
    Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

    » O LIVRO
    Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

    Buscar
     
     

    Resultados por:
     
    Rechercher Busca avançada
    Rádio TugaNet
    Geo Visitors Map
    Agosto 2017
    DomSegTerQuaQuiSexSab
      12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  
    CalendárioCalendário

    Compartilhe | 
     

     CONVERSAS COM...

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
    AutorMensagem
    lino mendes
    Admin


    Número de Mensagens : 869
    Data de inscrição : 27/06/2008

    MensagemAssunto: CONVERSAS COM...   Qua Jan 14, 2009 3:41 pm

    CONVERSAS
    Lino Mendes





    sobre
    A Gastronomia, o Vinho e o Pão





    GASTRONOMIA



    “…de tudo um pouco e nada
    de muito”




    Em primeiro lugar, comer faz bem à saúde..

    Se não se comer em exagero

    E quanto à nossa comida tradicional?

    Isso é uma questão que deve vir a ser discutida aí há 300 anos, não só em Portugal como em toda a Europa civilizada .Há a velha luta que já vem do Século XVIII ,entre os antigos e os modernos ,mas eu continuo a achar que a nossa comida tradicional é aquela que ao fim e ao cabo nos proporciona um equilíbrio mais adequado entre a saúde e a natureza.

    Os antigos não faziam nada ao acaso, apenas por fazer…

    Com certeza. Agora é preciso saber adaptar ,porque hoje, enfim, algum poder económico pode permitir que, descuidadamente ,se consuma em exagero um determinado número de produtos que não fazem mal nas devidas quantidades ,mas que não devem ser exageradamente consumidas.

    E a nossa dieta mediterrânica?

    A nossa dieta mediterrânica, assume diversas cambiantes ,pois como assume o Professor Emílio Peres, pode-se encontrar desde San Marcanda ate à Ilha das Flores, e portanto é um bocadinho diferente.
    Nós estamos numa zona de dieta mediterrânica -atlântica ,porque temos uma forte componente de peixe de mar(do Atlântico),uma coisa que não se encontrará certamente num livro de receitas árabe .Mas, enfim, o azeite, o alho, todas estas substâncias que hoje estão sendo apresentadas como grandes descobertas para os colestróis e para os triglicéridos ,e que afinal nós já sabíamos sem o saber.

    Por conseguinte há que comer com cuidado.

    Exactamente ,de tudo um pouco e nada de muito.


    C/Pinho Martins
    (Confraria dos Gastrónomos do Alentejo)








    ENOFILIA
    “O vinho é o amigo
    do moderado e o inimigo
    do beberão”
    AVICENA



    Qual a importância do VINHO nos campos da cultura ,da economia e da saúde?
    No Alentejo a vinha e o vinho são bastante importantes a esses níveis. Há muita gente a viver da vinha e do vinho.

    Como dantes se dizia,beber vinho é dar de comer a um milhão de portugueses?
    Em parte. Mas o vinho tem que ser bebido com ponderação ,e como tal uma das funções da Confraria dos Enófilos do Alentejo é precisamente incentivar ao consumo moderado ,inteligente do vinho ,e como tal não vai fazer mal à saúde se todos ou souberem beber.

    Nem todo o vinho…
    Há tendência para dizer que o vinho tinto faz melhor à saúde do que o branco. Se os entendidos assim o dizem, mas é tudo uma questão de moderação.

    Por conseguinte…
    Defendemos o vinho.



    C/Luísa Charrua
    (Confraria dos Enófilos do Alentejo)








    O PÃO

    “…base da alimentação de
    todo o português, principal-
    mente do alentejano.”

    Por quê uma Confraria do Pão?
    A ideia teve a ver com a necessidade de preservar um produto de primeira necessidade ,base da alimentação de todo o português e principalmente do alentejano ,que para além do consumir a acompanhar o conduto também o consome muito noutros pratos ,fazendo parta das sopas. A ideia nasceu daí, de preservar um produto que deverá manter a qualidade que no entanto e infelizmente se tem vindo a perder nos últimos anos.

    Segundo julgo, desenvolvem todo o ciclo do Pão.
    É um facto. Na nossa sede, perto de Terena ,nós temos um forno que se construiu dentro das características tradicionais e onde ,muitas vezes ,convidando amigos nos reunimos. E ali fazemos desde a amassadura até à cozedura com lenha (estevas)como antigamente.

    Mas não comercializam o pão…
    Não. Nos não queremos comercializar o pão .Preferimos que os nossos amigos, os nossos confrades se juntem na sede ,ali adquiram os respectivos produtos e o confeccionem.

    ´É, para já, um projecto em desenvolvimento. Mas pretende-se alargar o mesmo a outras zonas, nomeadamente no Alentejo?
    Sim ,especialmente junto de padarias hoje estabelecidas ,sensibilizando as mesmas para que façam o melhor pão possível, com a melhor farinha possível, com o fermento tradicional feito com massa da cozedura anterior, porque era assim que antigamente se fazia.

    Segundo julgo ,das novas tecnologias, uma coisa que não prejudica a qualidade do pão, são as amassadeiras eléctricas.
    Não sou a pessoas indicada para lhe responder, mas segundo conversas que tenho ouvido ,creio que sim, creio que não prejudica .Até porque na sede também temos uma máquina dessas e é aí que ele também é amassado. Independente
    mente de por vezes convidarmos pessoas que antigamente o faziam na sua casa, e que ali na nossa presença amassam o pão manualmente.

    Confraria do Pão—Terena
    C/João Ferro
    [i]
    Voltar ao Topo Ir em baixo
    Ver perfil do usuário
     
    CONVERSAS COM...
    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
    Página 1 de 1
     Tópicos similares
    -
    » nesse topico eu largo as conversas sobre politica e debates sobre o que ta acontecendo

    Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
    G.P.S.C. de Montargil :: Eventos, Recreação e Cultura :: Entrevista / Conversas-
    Ir para: