G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
» MUSEU ONLINE
Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

» MUSEU OINLINE
Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

» MUSEOLOGIA
Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

» JORNAL DOSSABORES
Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

» LITERATURA
Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Rádio TugaNet
Geo Visitors Map
Dezembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 VOZES DA DIÁSPORA

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: VOZES DA DIÁSPORA   Sex Dez 26, 2008 3:15 pm

Vozes da Diáspora

Á conversa com
Armando Viegas

Com o nº7 é um dos sócios fundadore da Casa do Alentejo de Toronto, e ainda seu Sócio de Mérito Casa que “é a sua primeira paixão, quase que maior que a sua própria família, pois é o seu pão, a sua água, é aquilo tudo que lhe traz a satisfação do sentir português em terras do estrangeiro.”
Foi um prazer voltar encontrá-lo, voltar a falar com ele sobre uma paixão que também me apanhou—a da Cultura, em especial a tradicional e a popular ,grande responsável pela portugalidade que se vive nas comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo.

Será que esta actividade, feita com base na carolice, está merecendo o apoio de quem de direito? Quem o deveria fazer?

A Casa do Alentejo como as grandes Casas portuguesas que estão no estrangeiro divulgando a nossa Cultura, divulgando as nossa Artes, os nossos Costumes, estas grandes instituições que se esforçam para dentro do voluntarismo trazer o nome de Portugal até ao estrangeiro, deveriam ter no Governo Central Português o seu primeiro patrocinador, reconhecendo assim o valor de toda esta gente que trabalha sem ganhar um tostão.Sempre que falamos de Portugal no Canadá não estamos só a falar da Casa do Alentejo ou do Alentejo, estamos a falar de Portugal.

Mas há Municípios que vos apoiam?

Há Municípios que têm sido extraordinários, o de Ponte de Sor nunca tem dito que não a qualquer iniciativa da Casa do Alentejo.
Mas temos também o de Serpa, o de Castro Verde, Almodôvar, Évora, Portalegre, Alter do Chão e outros que agora aqui não me vêm à memória( aos mesmos as minhas desculpas)mas o de Ponte de Sôr é sem dúvida um daqueles que tem estado sempre ao nosso lado, ao lado da Casa do Alentejo.

Creio que o senhor era director quando estas Concertinas cá vieram a primeira vez em 1994…

Estas Concertinas de Montargil são uma das minhas grandes paixões. É um prazer ver estes miúdos tocarem da maneira que o fazem isto é uma Arte tudo isto é uma Arte. Armando Viegas já nos tinha falado sobre o concerto da noite de gala ,mas voltou ao tema. O espectáculo de ontem foi um espectáculo sensacional, a sala estava completamente cheia, aconteceu que pelo menos quatro vezes o público se levantou em massa para aplaudir aquilo que se estava a passar no palco. Eu julgo que esta participação das Concertinas de Montargil se irá repetir, se não for para o ano que vem, será no imediato.

Como sabe, o Grupo de Concertinas está integrado no Grupo de Promoção Sócio-Cultural de Montargil, a exemplo de outros mais…

Eu sei que o Grupo das Concertinas faz parte de uma organização ,daquelas grandes organizações que há em Portugal. Eu acho que o Município de Ponte de Sor através do trabalho de pessoas como o senhor, apesar de serem os grandes apoiantes, têm uma sorte enorme em terem pessoas à frente dessas organizações a desenvolverem as mesmas da forma que as estão a desenvolver.

Mas quanto ao espectáculo de ontem, considero que três factores estiveram na base do sucesso .O Município que apoiou, o Grupo que actuou, e o público que esteve de uma maneira insuperável…
P público contribuiu em muito para o sucesso, vibrando cada vez que as concertinas tocavam, os aplausos ,os bravos ,aquelas palavras que incentivavam os mais novos e os mais velhos ,haver um elemento com 91 anos é qualquer coisa de extraordinário..
Com todo o voluntarismo dos que aqui trabalham na Casa do Alentejo, com a actuação extraordinária do Grupo de Concertinas de Montargil ,o espectáculo de ontem foi dos melhores espectáculos que passou por aqui nos últimos 3 ou 4 anos.

Precisamente há quatro anos estivemos cá com o Gré preciso continuar,é preciso não desisupo de Folclore…

Que foi também um sucesso ,aliás tudo o que tem chegado até nós trazido pelo Município de Ponte de Sor…é extraordinário porque as pessoas vêm de lá já com um amor muito grande àquilo que nós aqui vamos apresentar,,e não é fora do comum que amanhã, quando alguns forem ou regressem a Portugal, se abracem a si a chorar como se fosse o melhor amigo.

Tenho que aqui registar um momento em 2004 que me está gravado na memória e no coração. Foi quando já de regresso, no aeroporto, a D. Maria José Costa se agarrou a mim a chorar e pedindo que” não desista, não desista nunca, não deixe acabar esta grande obra

Se se recordar, eu já lhe disse o mesmo por outras palavras. Quando ontem ontem acabou o espectáculo, e eu me dirigi a si a cumprimentá-lo, disse-lhe que “é preciso continuar, é preciso não desistir, porque pessoas como o senhor e todos aqueles que o rodeiam…

Mas não estou, não estamos a fazer qualquer favor, porque a sua obra por aqui e ao que me dizem é incontornável…

É verdade, estamos a fazer aquilo que gostamos de fazer

E quando nos dirigíamos para mais uma actuação das Concertinas de Montargil, ainda me disse: Se como espero para o ano estiver ligado à Casa do Alentejo temos que trazer mais qualquer coisa cá ,pois temos que criar o hábito de trazer coisas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: VOZES DA DIÁSPORA   Sex Dez 26, 2008 3:23 pm

Vozes da Diáspora

Casa do Alentejo
O que é?


Á conversa com
José Luís (Presidente da Direcção)



A Casa do Alentejo em Toronto é um centro comunitário onde portugueses de todas as regiões convivem e procuram manter vivas a Língua, Cultura Portuguesas e as Tradições e Costumes Alentejanos. É por todos reconhecida como a Casa da Cultura Portuguesa na América do Norte. Assim o atestam os numerosos prémios e de diplomas de mérito atribuídos por várias instituições Portuguesas e Canadianas, dos quais destacamos o 1º Prémio Fundação Casa da Cultura de Língua Portuguesa 1992, Diploma de Mérito das Comunidades Portuguesas 1998, 1ºPrémio Toronto International Festival Caravan 1995,Évora Pavillon


Principais objectivos no momento?

Continuar a Obra iniciada há 25 anos, melhorar e ampliar as instalações,( o edifício pertence à Casa), criar novas iniciativas Culturais e Recreativas, modernizar o funcionamento da Tesouraria, Bar, Restaurante, rentabilizar o espaço existente, etc.

Quanto a dificuldades…

A maior, no momento, é captar voluntários suficientes, para organizar e gerir uma organização da dimensão e prestígio da nossa Casa. A solução passa por gradualmente substituir os voluntários por profissionais (pagos).
Outra dificuldade é a concorrência de diferentes sectores que promovem actividades e espectáculos de grande envergadura financeira e com meios de promoção longe das nossas possibilidades. A solução passa por um apoio mais efectivo do Governo Português e pelas Autarquias e Instituições Alentejanas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
VOZES DA DIÁSPORA
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G.P.S.C. de Montargil :: Eventos, Recreação e Cultura :: Entrevista / Conversas-
Ir para: