G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Tópicos similares
Últimos assuntos
» MUSEU ONLINE
Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

» MUSEU OINLINE
Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

» MUSEOLOGIA
Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

» JORNAL DOSSABORES
Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

» LITERATURA
Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Rádio TugaNet
Geo Visitors Map
Dezembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 PARQUE 4 de Agosto

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
linomendes



Número de Mensagens : 328
Data de inscrição : 16/06/2010

MensagemAssunto: PARQUE 4 de Agosto   Dom Ago 05, 2012 11:44 pm

Photobucket________________________________________







Dia 4 de Agosto

O Grupo MENSAGEM de Teatro


Com a peça
FARSA DE MESTRE PATHELIN:


Sátira de costumes, critica duramente duas classes sociais que no séc. XV tinham ganho importância em França: a dos comerciantes e a dos homens de leis – juízes, advogados, procuradores, desembargadores, etc. Ambas as corporações personificam a riqueza e o poder, sendo alvo da inveja e da crítica da Nobreza, a que se junta a Igreja, inundando a sociedade com os seus sermões moralizadores. (in Edições Colibri)





“A Farsa do Mestre Pathelin” conta a história de um advogado espertalhão que em momento de crise económica, para se vestir a si próprio e a sua mulher, resolve aplicar um golpe num comerciante de tecidos tão esperto quanto ele. Inspirado na fábula A Raposa e o Corvo e através de elogios e artimanhas, envolve o comerciante em sua trama. A peça traz à tona conflitos que desde sempre afligem a humanidade: a falta de dinheiro, a luta pela sobrevivência, a ética, a trapaça e a busca pela justiça( in DIOnísios)
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
BOM ESPECTÁCULO

São “não profissionais”(não gosto do termo”amadores”que normalmente é conotado com “sem valor)e que ,cada vez mais senhores dos papeis ,proporcionaram um bom espectáculo a um muito apreciável número de espectadores, alguns dos quais no final quiseram transmitir o seu agrado pela qualidade demonstrada.
Manuel José Prates era naturalmente um homem satisfeito.

LINO MENDES
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
PARQUE 4 de Agosto
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Acidente Cril Odivelas Parque 16/05/2012
» Consórcio Grupo 01 - Junho
» Acampamento e Fim de Semana c/ o MTP 7 e 8 JULHO
» Cronica da Roca - 26 de Agosto
» Raposas Sem Eira - 31 de AGOSTO

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G.P.S.C. de Montargil :: Artes e Oficios :: Artes Cénicas :: Grupo Mensagem de Teatro-
Ir para: