G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Tópicos similares
Últimos assuntos
» MUSEU ONLINE
Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

» MUSEU OINLINE
Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

» MUSEOLOGIA
Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

» JORNAL DOSSABORES
Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

» LITERATURA
Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Rádio TugaNet
Geo Visitors Map
Outubro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 III Feira Medieval Teatro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
linomendes



Número de Mensagens : 328
Data de inscrição : 16/06/2010

MensagemAssunto: III Feira Medieval Teatro   Ter Maio 29, 2012 3:39 pm


Terceiro ano de Feira Medieval, e aí está o “Grupo Mensagem” com a terceira peça medieva, agora a FARSA DE MESTRE PATHLIN, de autor anónimo do século XV.´
Vai ser certamente um “bom momento” deste evento, já que estamos perante um Grupo “não profissional” de reconhecida qualidade, e uma peça que divertindo nos ensina História. Trata-se aliás de uma crítica social de há seis séculos, mas que encaixa perfeitamente, nos tempos que correm.
Decorre em França, mas podemos dizer que não tem fronteiras. Quanto ao género teatral trata-se uma FARSA, que mistura comédia e crítica social dos comportamentos desviantes.
::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
Sátira de costumes, critica duramente duas classes sociais que no séc. XV tinham ganho importância em França: a dos comerciantes e a dos homens de leis – juízes, advogados, procuradores, desembargadores, etc. Ambas as corporações personificam a riqueza e o poder, sendo alvo da inveja e da crítica da Nobreza, a que se junta a Igreja, inundando a sociedade com os seus sermões moralizadores. (Edições Colibri)
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
“A Farsa do Mestre Pathelin” conta a história de um advogado espertalhão que em momento de crise económica, para se vestir a si próprio e a sua mulher, resolve aplicar um golpe num comerciante de tecidos tão esperto quanto ele. Inspirado na fábula A Raposa e o Corvo e através de elogios e artimanhas, envolve o comerciante em sua trama. A peça traz à tona conflitos que desde sempre afligem a humanidade: a falta de dinheiro, a luta pela sobrevivência, a ética, a trapaça e a busca pela justiça( in DIOnísios)
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
Quanto à peça em si, vamos ainda encontrar em CIA TEATRAL a seguinte explicação:

Criado há cerca de mil anos na era do Teatro Medieval, o texto "A Farsa do Mestre Pathelin" tem hoje como autor a palavra anónimo, quando o mesmo não se podia identificar perante a sociedade existente naquela época, tendo apenas como objectivo levar o entretenimento para o público através da farsa, um dos primeiros movimentos teatrais que deu origem a famosa Comédia Dell'Arte. O que não se podia imaginar é que "A Farsa do Mestre Pathelin" entraria para a história do Teatro Mundial, montada mais de cinco mil vezes por companhias de teatro de todo o mundo e mambembes(a) por todos os cantos, levando a todos a ideia que sempre encontramos um esperto mais esperto do que nós.

Assim, o espectáculo trouxe a história de Pathelin, um advogado que tenta levar vantagem em situações, com o objectivo de agradar sua esposa Guilhermina, sem perceber que se pode tornar vítima de suas próprias armações, encontrando pela frente, alguém realmente capaz de uma esperteza ainda maior.
:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

MONTARGIL
( 9 de Junho de 2012)

O “MENSAGEM” vai fazer uma reposição, visto que a sua estreia na nossa terra foi na Casa do Povo há 30 anos. E o curioso é que nessa estreia estiveram em palco dois elementos que agora igualmente estarão neste espectáculo.

Lino Mendes
a)- no sentido popular da palavra, os grupos de teatro mambembe são aquelas caravanas teatrais que se popularizaram pelo interior do sertão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
III Feira Medieval Teatro
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Pin Feira Medieval de Santa Maria da Feira
» CRÓNICA DA FEIRA DE MOTOS USADAS 5 E 6 DE OUTUBRO
» Naruto vai ganhar peça de teatro em 2015
» PINS DO DIOGO
» Governo aumenta o imposto de brinquedos importados!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G.P.S.C. de Montargil :: Artes e Oficios :: Artes Cénicas :: Grupo Mensagem de Teatro-
Ir para: