G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Tópicos similares
Últimos assuntos
» MUSEU ONLINE
Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

» MUSEU OINLINE
Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

» MUSEOLOGIA
Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

» JORNAL DOSSABORES
Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

» LITERATURA
Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Rádio TugaNet
Geo Visitors Map
Dezembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 Nota do Dia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: Nota do Dia   Seg Nov 07, 2011 2:16 am


Nota do DiaPhotobucket

Foi apenas mais uma vez que vi alguém dizer não poder levar os medicamentos, pois não os podia pagar. Simplesmente desta vez tinha ao meu lado pessoa amiga, que por sinal era Juiz em exercício, e não resisti a lançar uma questão:
E agora senhor Dr? Calculemos que esta mulher deixa de tomar os medicamentos e morre. Na Certidão de óbito vai certamente como causa , a morte natural. No entanto ela foi assassinada!
Tive como resposta um lamento: ao que isto chegou.
Lino


Última edição por lino mendes em Seg Abr 02, 2012 9:12 pm, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: A HORTA   Seg Nov 07, 2011 3:28 pm

Nota do Dia
A Horta
A Horta era, em tempos idos ,não só garante da economia familiar como ainda de uma melhor qualidade de vida, mas as alterações sociais tudo transformaram. Naqueles tempos, poderia não haver dinheiro para comprar uma sardinha, mas fome não havia nas casas que tinham o seu “bocadinho de terra”. Era, pois, a Horta o segredo de se ir vivendo…
Será que vamos ter que voltar a esses tempos?
Verdade se diga, que em Montargil ainda são bastantes o que, não tendo a mais familiar horta, têm as suas courelas onde se vão estragando por falta de escoamento a batata e a couve, e outros produtos básicos.
E se a horta é o tema desta Nota do Dia , é porque ali em baixo e quando vinha dos Correios, alguém me disse que era importante que aqui se realizasse um mercado semanal dedicado aos produtos hortícolas. E a realizar na Praça , acrescentou, de maneira a combater o despovoamento desta parte da Vila.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Luís Manso



Número de Mensagens : 435
Idade : 56
Localização : Montargil
Data de inscrição : 22/07/2008

MensagemAssunto: Re: Nota do Dia   Seg Nov 07, 2011 4:03 pm

É uma idéia bastante interessante. Penso que tem pernas para andar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: C omercio tradicional   Ter Nov 08, 2011 9:21 pm




Nota do Dia


O tema de hoje—os HIPERMERCADOS-- será um tanto polémico mas foi-me sugerido e aqui está
Há quem considere os mesmos como um sinal de desenvolvimento. embora tenham acabado como o comércio tradicional, que sempre ouvi considerar como o barómetro de uma aldeia ou de uma vila, ou mesmo de uma cidade. Em zonas específicas .Eu, confesso, sempre pensei nos empregos que os mesmos criaram mas foi-me respondido ,com quantos acabaram.
Assunto interessante para debate, embora seja uma situação irreversível. Mas , se as populações consideram certo haver um sítio onde ir ao fim de semana pessoalmente não concordo, mesmo nada, com trabalhadores sem o domingo livre.
E por várias razões!
Lino
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: A HORTA   Qua Nov 09, 2011 2:44 pm



Agora, diziam-me há momentos, é preciso não se ficar na ideia!

Lino
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: Património Artísti8o   Qua Nov 09, 2011 3:18 pm




Nota do Dia

Um casal de turistas fotografava a porta do prédio nº 72 da Rua do Comércio, de certo modo em degradação, após incêndio Como deixam chegar a este estado uma maravilha destas? Trata-se na verdade de uma obra-prima ditada pelo engenho e saída das mãos de Alves do Carmo.
É pena.Mas conhecemos mais dois casos um na Rua da Misericórdia(o prédio das Senhoras, como era conhecido), e outro na Rua das Amoreiras(herdeiros de Mário Rosado).
Um apelo aos proprietários, para que salvem desse património o que ainda se puder salvar.
Lino
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: NOTA DO DIA   Qui Nov 10, 2011 6:47 pm



Nota do Dia


É um facto que uma grande parte da vila está com pouco movimento, o que desespera o comércio tradicional, e bom seria que se arranjassem atractivos para um maior “povoamento” dessa zona.
Mas teremos que compreender quem relação aos serviços públicos, que para benefício dos utentes os mesmos se devem concentrar um tanto,-e tudo seria pior se agora os CORREIOS e a JUNTA DE FREGUESIA não se instalassem na Rua da Misericórdia, até porque se anuncia a mudança da CAIXA DE CRÉDITO para a Rua Luís de Camões.
Temos assim a SEGURANÇA SOCIAL , o CENTRO DE SAÚDE e a FARMÁCIA bem perto, ficando este conjunto de Serviços num pequeno raio de acção.
Um “Mercado da Horta” na Praça? E que mais? Não podemos estar à espera que sejam as entidades oficiais a tudo resolver.
Lino Mendes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: SAÚDE   Sex Nov 11, 2011 2:34 pm


Nota do Dia

A SAÚDE é talvez a vertente mais sensível no nosso país, pois trata -se de um sector que reduzidos os apoios sociais, é um descalabro se não houver um pingo de humanismo. E se nos cumpre transmitir com a fidelidade possível o pulsar desta terra, não podemos calar a nossa indignação.
Quero acreditar que os serviços distritais se limitam a cumprir directrizes, mas já não sei nada de nada quando me lembro que no tempo da ditadura havia “capatazes” que eram piores que o patrão. O que eu sei é que é inacreditável que se leve “conscientemente”(?)um utente a ter que esperar um mês por uma exame que é urgente e pode ser feito no dia seguinte.
Porque se informa o utente que pode ir fazer o exame fora do Centro de Saúde mas que está sujeito a ter que o pagar?
Continua tudo na mesma dizem-me nos consultórios e nos laboratórios de análises.
Não compreendemos!
Como não compreendemos que ambulâncias de outras terras venham buscar doentes a Montargil ignorando que cá também as há.
Estranha maneira de poupar!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: A HORTA II   Qui Dez 15, 2011 1:05 am

A HORTA
A nota do dia que referia a importância das hortas na comunidade,sugerindo ainda a realização de um mercado semanal de produtos hortícolas,mereceu alguns contactos pessoais e um telefonema da zona de Liboa.
Do interesse vamos dar conhecimento à Junta de Freguesia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: 22 de Fevereiro de 2012   Qua Fev 22, 2012 8:27 pm


Nota do Dia


Segundo o Diário do Sul, depois de estar ameaçado, o BURRO” ganha vida “nos campos do Alentejo, não só porque alguns produtores perante o aumento do preço dos combustíveis, encare a possibilidade de recorrer ao mesmo para algumas tarefas agrícolas, como pelo facto de recentemente se descobrir a sua propensão para fins terapêuticos, sobretudo junto de crianças mas também de adultos com paralisia cerebral.
Entretanto e ainda o mesmo jornal, refere que na cidade de Évora uma Horta Comunitária que”floresce “em escola combate exclusão social e ajuda carenciados.
Notícias de interesse, com o devido desenvolvimento ,na edição de 22 de Fevereiro de 2012.
L
inoMendes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: 27/02/012   Seg Fev 27, 2012 3:43 pm

Nota do Dia


S O S
Está certo, concordo, que as gripes e o frio terão contribuído para o pico de falecimentos verificado ultimamente, uns três mil numa semana, especialmente maiores de 65 anos. Para a OMS as desigualdades sociais e económicas são um factor a agudizar a situação. Mas não será também de pensar ,especificamente, que a mais rápida fragilidade daqueles que deixaram de ser tratados por não poderem pagar o transporte e os medicamentos também pode ter contribuído?
Segurança!
Foi para mim uma surpresa os elevados custos da segurança para os principais políticos, a contrastar com a falta de pessoal /segurança nas nossas terras da província. Sabia ,por exemplo, que uma zaragata aqui, na própria rua do Posto da GNR pode motivar a vinda de soldados da sede do concelho?
Mas grave, muito grave mesmo a ter acontecido, uma situação que me contaram, e não interessa para aqui agora, onde e quem, até porque até agora não comprovei a sua veracidade.
Um jovem terá telefonado a um amigo dizendo que se ia suicidar, referindo como e onde, o qual terá telefonado para as forças locais de segurança, que por falta de gente não puderam logo ir verificar. O pedido de socorro fora feito, o sinal fora dado, mas era tarde quando o mesmo teve resposta. E se não aconteceu, não o posso confirmar por ora como já disse, é um facto que poderia ou poderá vir a acontecer nesta selva em que vivemos.
Infelizmente para quem for destituído de senso humanitário, estas situações documentam-se por números. E o que interessa um caso desde que não tenha a ver com os nossos?
Lino Mendes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
linomendes



Número de Mensagens : 328
Data de inscrição : 16/06/2010

MensagemAssunto: a cultura   Seg Mar 05, 2012 2:07 pm


Nota
do Dia

É sabido que uma população de baixo nível cultural é sempre mais vulnerável, mais permeável à demagogia, pelo que a sua culturização estará na base do respectivo desenvolvimento. É um trabalho a longo prazo, que não interessa a quem tem que apresentar resultados imediatos mesmo que efémeros, mas cujos frutos se vão colhendo faseados, sendo para o efeito fundamental que a comunidade possa ver e conhecer para que se interesse, já que ninguém se interessa pelo que não conhece. Importante, entretanto que a Escola lhes transmita os princípios básicos, e o meio em que se insere tenha depois condições para a continuidade.
Ora, em Montargil há uma considerável oferta cultural e uma Escola muito atenta ao fenómeno, pelo que devemos acreditar num futuro melhor. Não nos podemos no entanto esquecer que um dos entraves, é que o poder que tudo decide e pode apoiar, nem sempre tem interesse no evoluir cultural do povo, e como ontem e possivelmente amanhã há sempre quem se sirva em vez de servir a comunidade, há sempre gente que não presta. Mas aqui temos que acreditar na sabedoria do povo quando nos diz que nem todas as vozes chegam ao céu e sempre a caravana há-de passar.
É, pois fundamental um crescer cultural das nossas gentes, que as leve a compreender que têm o direito de pensar por si, que só a unidade pode vencer barreiras que são comuns, que não devemos ser escravos embora possamos ser defensores de ideologias. E esta maneira de ser não se traz da universidade, deveria aliás começar a emergir da família mas esta, infelizmente, em nome da evolução dos temos há muito que salvo raras excepções que o deixou de ser.
É preciso acreditar, é preciso não baixar os braços!
L
inoMendes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: 1/4/2012   Seg Abr 02, 2012 1:10 am

Nota do Dia

Não sei se os nossos governantes estão para isso sensibilizados, mas as nossas freguesias foram a Lisboa mostrar a sua outra face, a cultural e identitária.
Foi bonito!
Foi bonito e fui atingido por um raio de esperança, pois um país que protesta pela força da festa, está certamente bem vivo. No fundo foram ali dizer que querem continuar a ser o João e a Maria lá da aldeia, aquela terra onde todos são primos e primas e ninguém se interessa pela vida alheia.
Agora, é altura dos que à mesa do Parlamento se afirmam ser seus representantes, dizerem aos senhores que tudo mandam, que a vida nas freguesias em especial nas mais pequenas é uma festa ,desde que não lhe tirem o pão e o queijo, mas que por dá cá aquela palha desde que se sintam desrespeitados, as festas acabam à cacetada.
É da história!
Li
no Mendes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
linomendes



Número de Mensagens : 328
Data de inscrição : 16/06/2010

MensagemAssunto: 25 de Junho   Seg Jun 25, 2012 6:34 pm

Nota do Dia
Photobucket

Sem perder a humildade de quem tem muito a aprender (mesmo com aqueles que julgamos saberem menos), sem fazer comparações que em Cultura não devem existir, -- apenas “partilha”-- certamente ninguém nos pode levar a mal que nos sintamos orgulhosos pelo nível que todos os nossos Grupos atingiram, na convicção de que havendo um ou outro com mais visibilidade, isto é o resultado de um trabalho de todos.

A propósito, seja-me permitido fazer uma reflexão sobre o associativismo, os seus caminhos ,os seus desencontros. E ainda há dias os colegas da Federação que cá estiveram me diziam ser muito difícil “gerir pessoas” e ele tinha mesmo acabado de se demitir das funções de director técnico do seu grupo, dado que não podia aguentar o comportamento de dois companheiros que, na sua expressão”lhe faziam a vida negra.
Ora, é verdade que cada pessoa é uma individualidade, mas há muitos anos que me dizem que todos e cada um de nós tem uma parte negativa e uma parte positiva, havendo apenas que fazer realçar esta. Não é assim tão fácil, posso assegurar, mas é um caminho a seguir.
Entretanto, toda associação tem que ter uma liderança(não uma chefia), mas liderar não quere dizer mandar, mas coordenar. Nos finais do ano passado, a Drª Carla Raposeira dizia num colóquio realizado em Avis, que quando confrontado com situações mais delicadas o líder dirá sempre”vamos solucioná-las”,em contrapartida o chefe apenas dirá “vão solucioná-las”
Segundo ainda a Drª Carla” o líder alimenta sempre o espírito de equipa, tem que saber os seus limites ,não ter medo de ser ultrapassado por qualquer elemento do Grupo, pois desta forma cria oportunidades de continuidade. O líder partilha conhecimentos tendo em mira essa continuidade ,que mais tarde o reconhecimento do seu trabalho será reconhecido”
Humildade, tolerância e respeito, são as armas fundamentais para o desenvolvimento associativo. Humildade de aceitar que ,sejam quais forem as funções que desempenhe é apenas um membro da engrenagem; tolerância para com eventual atitude menos correcta de um companheiro; e respeito em especial para com os princípios que regem a associação.
Sabemos que comportamento gera comportamento mas por vezes há que escolher outro caminho.
Uma pequena nota para dizer que, se pudesse, acabava com o lugar de Presidente em associações como a nossa, substituindo-o pelo de “Director Coordenador”.E nem é preciso explicar por quê3.
E a terminar ,havendo embora ainda muito para dizer, quero referir que todos temos fragilidades ,de que mutas vezes no exterior se aproveitam para minar o bem estar de uma associação.
Associativismo é tema de que vamos continuar a falar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
linomendes



Número de Mensagens : 328
Data de inscrição : 16/06/2010

MensagemAssunto: 06/07/012   Sex Jul 06, 2012 3:00 pm






Nota do Dia

Fico naturalmente perplexo ao tomar conhecimento (jornal “A Ponte” de Julho) de que a Segurança Social paga mensalmente 6000€ de renda de edifício que tem na cidade de Ponte de Sôr. Porque, a tratar-se do edifício onde funcionou a Casa do Povo é caso para perguntar a quem paga, pois que o organismo em referência, foi extinto.
Entretanto, acabo de informar o senhor Presidente da Junta, que a funcionária da Segurança Social em Montargil está de baixa pois vai ser operada, e os utentes estão a ser encaminhados para Ponte de Sôr, o que em meu entender é grave.
Que mais nos espera?
Lino Mendes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
linomendes



Número de Mensagens : 328
Data de inscrição : 16/06/2010

MensagemAssunto: 06/07/012   Sex Jul 06, 2012 3:01 pm




Nota do DiaPhotobucket

Fico naturalmente perplexo ao tomar conhecimento (jornal “A Ponte” de Julho) de que a Segurança Social paga mensalmente 6000€ de renda de edifício que tem na cidade de Ponte de Sôr. Porque, a tratar-se do edifício onde funcionou a Casa do Povo é caso para perguntar a quem paga, pois que o organismo em referência, foi extinto.
Entretanto, acabo de informar o senhor Presidente da Junta, que a funcionária da Segurança Social em Montargil está de baixa pois vai ser operada, e os utentes estão a ser encaminhados para Ponte de Sôr, o que em meu entender é grave.
Que mais nos espera?
Lino Mendes


Última edição por linomendes em Sex Jul 27, 2012 4:40 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
linomendes



Número de Mensagens : 328
Data de inscrição : 16/06/2010

MensagemAssunto: 22/07/012   Dom Jul 22, 2012 5:12 pm


Nota do Dia

Morreu Hermano Saraiva, e das grandes figuras da democracia, no seu funeral apenas terá estado Ramalho Eanes.Não aprovo nem reprovo as ausências, porque pensar diferente não é crime.
Ainda muito novo disseram-me que salvo alguns casos perdidos, deveríamos aproveitar o que de bom cada um tem, que de mau também todos temos um pouco. E é nessa linha de pensamento que esqueço o Ministro de Salazar para lembrar o extraordinário comunicador, o maior divulgador da nossa História e que numa linguagem corrente chegava a quantos o ouviam.
Entretanto , e aqui já houve quem o referisse, é na mesma linha de pensamento que continuo a recordar o grande escritor José Saramago, para o que tive de esquecer o saneador de jornalistas do Diário de Notí cias.
Para algum não estará correcto…mas é assim que
eu penso!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
linomendes



Número de Mensagens : 328
Data de inscrição : 16/06/2010

MensagemAssunto: 25/07/012   Qui Jul 26, 2012 10:31 pm







NOTA DO DIA
Fui agora notificado pela ULSNA para pagar 1,65( um euro e sessenta e cinco cêntimos) para o pagamento de uma taxa moderadora referente a 17/01/2011.Não me recorda desse exame ,mas acredito que tenha sido feito, e se não foi pago por certo me disseramque nada havia a pagar, pois pergunto sempre.
Apercebo-me entretanto que notas desta natureza deverão ter sido enviados a milhares de utentes ,pois os serviços desconhecem se já paguei ou estou isento, o que demonstra como funcionam. E recorda-me que houve tempos em que uma dívida deste género só era solicitada quando o recebimento da mesma era superior aos gastos com a solicitação.
Mas podem dizer-me que independentemente do valor da dívida é sempre dívida a esta deve ser paga. Só que estas coisas acontecem no mesmo país em que os grandes crimes económicos de milhares e milhões, normalmente prescrevem.
C omentários para quê?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
linomendes



Número de Mensagens : 328
Data de inscrição : 16/06/2010

MensagemAssunto: 26/07/012   Sex Jul 27, 2012 3:43 pm


NOTA DO DIA

Julgo compreender a satisfação, que é evidente nos nossos
atletas que partem para os Jogos Olímpicos .São certamente momentos inesquecíveis, e um alto serviço prestado ao País. Mas lembro-me também daqueles que já lá estiveram e foram atirados para o esquecimento, chegando aos pontos de terem que vender as suas medalhas.
Mas que raio de País é o nosso, onde a um obscuro político é assegurada uma velhice sem preocupações, e a uma figura pública de prestígio olímpico, não se assegura um trabalho em Escolas de Desporto?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
linomendes



Número de Mensagens : 328
Data de inscrição : 16/06/2010

MensagemAssunto: NOTA DO DIA   Qui Ago 02, 2012 8:03 pm


Nota do Dia
Está a decorrer na RTP mais um VERÃO TOTAL, este em CABEÇO DE VIDE, mas lá no canto , do lado esquerdo, a palavra que aparece é…FRONTEIRA. Não estaria mais certo se a indicação fosse CABEÇO DE VIDE—FONTEIRA?
Acabo de transmitir o meu desagrado ao senhor Provedor da respectiva estação televisiva, mas trata-se de uma “norma” da comunicação social que deve ser alterada, pois é brincar com o “amor próprio” das gentes das terras que não são sede de concelho.
Aliás, um dia o nosso professor Luis Manso enviou-me um e-mail dizendo que determinado evento que se ia realizar em Montargil(leu em a barca)…ia ter lugar em Ponte de Sôr…
Não percebo que quando se fala tanto em regionalização não se compreenda o que significa para os locais ver, no sítio certo, o nome da sua terra.
02/08/012

Li
no Mendes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
linomendes



Número de Mensagens : 328
Data de inscrição : 16/06/2010

MensagemAssunto: NOTA DO DIA   Qui Ago 02, 2012 8:03 pm


Nota do Dia
Está a decorrer na RTP mais um VERÃO TOTAL, este em CABEÇO DE VIDE, mas lá no canto , do lado esquerdo, a palavra que aparece é…FRONTEIRA. Não estaria mais certo se a indicação fosse CABEÇO DE VIDE—FONTEIRA?
Acabo de transmitir o meu desagrado ao senhor Provedor da respectiva estação televisiva, mas trata-se de uma “norma” da comunicação social que deve ser alterada, pois é brincar com o “amor próprio” das gentes das terras que não são sede de concelho.
Aliás, um dia o nosso professor Luis Manso enviou-me um e-mail dizendo que determinado evento que se ia realizar em Montargil(leu em a barca)…ia ter lugar em Ponte de Sôr…
Não percebo que quando se fala tanto em regionalização não se compreenda o que significa para os locais ver, no sítio certo, o nome da sua terra.
02/08/012

Li
no Mendes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Nota do Dia   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Nota do Dia
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» A nota de 100$00?
» Salamandra/ 25° Capítulo- Angelina flagra Romano e Carmela no Delicias do Café exclusivo!!!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G.P.S.C. de Montargil :: Comunicação DIVULGAÇÂO :: Noticias de Montargil-
Ir para: