G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Tópicos similares
Últimos assuntos
» MUSEU ONLINE
Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

» MUSEU OINLINE
Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

» MUSEOLOGIA
Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

» JORNAL DOSSABORES
Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

» LITERATURA
Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Rádio TugaNet
Geo Visitors Map
Agosto 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 Delphi: Um ano após fecho das portas em Ponte de Sor

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Luís Manso



Número de Mensagens : 435
Idade : 55
Localização : Montargil
Data de inscrição : 22/07/2008

MensagemAssunto: Delphi: Um ano após fecho das portas em Ponte de Sor   Sex Dez 31, 2010 2:18 am

Delphi: Um ano após fecho das portas em Ponte de Sor, a quase totalidade dos operários continua no desemprego.

Um ano depois da Delphi, em Ponte de Sor, no Alentejo, ter fechado as portas, a quase totalidade dos antigos operários da fábrica continua no desemprego e sem perspetivas de arranjar um novo posto de trabalho.
"A maioria dos meus colegas [cerca de 98 por cento] continua a receber o fundo de desemprego e não têm nenhuma perspetiva de arranjar um novo trabalho", explicou à agência Lusa o antigo porta-voz dos trabalhadores, Francisco Godinho.
Dirigente do Sindicato dos Trabalhadores da Química, Farmacêutica, Petróleo e Gás do Centro Sul e Ilhas (SINQUIFA), Francisco Godinho confessou que a situação começa a ser "dramática" para todos os antigos operários.
"Esta situação que vivemos começa a ser um bocado dura psicologicamente. Nós todos sentimo-nos como uns inúteis da sociedade, há dias mesmo muito difíceis", lamentou.
Aos 48 anos, Francisco Godinho recordou com alguma saudade os 26 anos que passou a trabalhar na Delphi e descreveu que, atualmente, passa uma parte do tempo a fazer "alguns biscates", ao passo que uma franja dos seus antigos colegas tem aproveitado este último ano para estudar e tirar cursos.
"Alguns dos meus colegas optaram ao longo deste último ano para tirar um curso ou terminar o décimo segundo ano", disse.
De acordo com o antigo porta-voz dos trabalhadores, durante o último ano, uma empresa portuguesa ligada ao setor automóvel comprou as instalações da Delphi em Ponte de Sor e também alguma maquinaria existente na fábrica.
Mas, segundo Francisco Godinho, até ao momento "ainda não surgiu nenhuma novidade" quanto ao futuro daquele espaço.
"Se a empresa é semelhante à Delphi, temos sempre em perspetiva conseguir um novo posto de trabalho", declarou.
Enquanto não surge uma luz ao fundo do túnel, o antigo operário mostra-se "preocupado" com o futuro dos seus ex colegas, nomeadamente quando o fundo de desemprego terminar.
"A maioria das pessoas ainda não esgotou o fundo de desemprego [para a maioria termina em janeiro]. Quando esse subsídio terminar, talvez haja alguns colegas que tenham que entregar as casas onde vivem", alertou.
A Delphi esteve sediada em Ponte de Sor durante 29 anos e era considerada a maior unidade fabril do distrito de Portalegre, empregando 2,5 por cento da população daquele concelho alentejano.
A empresa, que fechou as suas portas no dia 31 de dezembro de 2009, produzia apoios, volantes e 'airbags' para vários modelos de veículos automóveis.
A Delphi/Guarda encerra na sexta-feira as portas, lançando para o desemprego 321 trabalhadores, que se juntam a mais 601, dispensados entre 31 de dezembro de 2009 e finais de maio deste ano

http://dianafm.com/index.php?option=com_content&view=article&id=22626:delphi-um-ano-apos-fecho-das-portas-em-ponte-de-sor-a-quase-totalidade-dos-operarios-continua-no-desemprego&catid=19:alentejo&Itemid=44
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Delphi: Um ano após fecho das portas em Ponte de Sor
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Reparar fecho central portas WJ
» Fecho capo motor JK
» CONVERSAO DE 777-200 // 777-300
» Duvidas no XJ
» Fixadores das forras das portas (onde comprar?)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G.P.S.C. de Montargil :: Comunicação DIVULGAÇÂO :: Noticias Gerais-
Ir para: