G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
» MUSEU ONLINE
Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

» MUSEU OINLINE
Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

» MUSEOLOGIA
Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

» JORNAL DOSSABORES
Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

» LITERATURA
Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Rádio TugaNet
Geo Visitors Map
Agosto 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 O Silêncio

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mofina Mendes



Número de Mensagens : 1
Data de inscrição : 11/11/2008

MensagemAssunto: O Silêncio   Qua Nov 12, 2008 3:32 pm

O SILÊNCIO


Hoje o rei vai mais nu do que nunca. E também mais do que nunca as pessoas se negam a admitir a realidade. Creio que essas pessoas não são infelizes porque simplesmente não são nada. Hoje é tão fácil não ser nada, optar pelo anonimato, pelo plural descomprometido onde ninguém pode ser encontrado, onde ninguém pode ser culpado por nada, nem pelo ódio nem pelo amor. Hoje as maneiras de esconder são muitas e sofisticadas. Cada um tem o seu muro para as suas lamentações mais particulares. À luz só aparece um exterior bem desprovido de emoções. Não nos dão o direito de desafinar, de olhar para o lado. Quem não andar numerado nem é gente. Devemos ficar à flor da pele, sem tentar rasgar a carne; porque toda a dor é de se camuflar, não se deve exercer em nenhum momento. Ela é para ficar submersa, para ser diagnosticada apenas nas suas causas mais orgânicas. É necessário progredir para o óptimo, mesmo que este seja um óptimo especulativo, feito de cobardias e alheamentos. Hoje negamos a imagem do nosso espelho, as nossas verdades só causam danos, devem ficar fechadas no subconsciente para que a nossa nudez não nos alerte para o frio que trazemos no corpo. Sentir é acordar para uma realidade feita de perigos, onde qualquer coração pode facilmente cair. Temos de afastar a vulnerabilidade que nos pode fazer mergulhar numa humanidade demasiado aberta, numa humanidade sem lucros e por isso mesmo, prejudicial. Temos de nos empenhar na solidez dos nossos gestos, não podemos arriscar na sinceridade nem na transparência.
Conviver é estar alerta para que nenhuma das nossas palavras ganhe demasiado significado. Devemos viver como quem procura simplesmente se esquecer de si mesmo.
O rei vai nu… deixá-lo ir! As paredes estão direitas e tudo está bem, nunca esteve melhor! Para quê dizer o contrário se isso não nos dá nenhum rendimento? Deixemos a metafísica, façamos vénias à alegria, à alegria calma e nutritiva, à alegria de não ter outras razões do que as nossas próprias razões. Sejamos felizes, felizes a qualquer preço, sejamos felizes sobre as ruínas, sobre o silêncio da nossa própria infelicidade.

[b]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://o-murmurar-das-pedras.blogspot.com/
pedrolopes

avatar

Número de Mensagens : 353
Idade : 39
Localização : http://www.youtube.com/user/pedrolopes777
Data de inscrição : 20/09/2008

MensagemAssunto: Re: O Silêncio   Qua Nov 12, 2008 4:31 pm

Gostei muito do teu texto... =) Mofina espero que marques presença mais vezes...

Beijinhos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://pedro-lopes-livros.blogspot.com
 
O Silêncio
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G.P.S.C. de Montargil :: Eventos, Recreação e Cultura :: Literatura-
Ir para: