G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
» MUSEU ONLINE
Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

» MUSEU OINLINE
Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

» MUSEOLOGIA
Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

» JORNAL DOSSABORES
Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

» LITERATURA
Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Rádio TugaNet
Geo Visitors Map
Agosto 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 C/ DrªLAURASILVA

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: C/ DrªLAURASILVA   Ter Mar 30, 2010 10:41 pm

Conversas
Curtas

hoje com a Dr.ª Laura Silva


LAURA SILVA nasceu (1980) em Oeiras e veio para o Alentejo com sete anos de idade , só abandonando terras alentejanas por razões de estudo. É casada-com o professor Euclides Silva.—e tem uma filha. Licenciada em Psicologia Clínica, Mestre em Psicologia da Educação, actualmente trabalha em Avis, onde desenvolve um trabalho dedicado a crianças, jovens e suas famílias.Também sente um pouco Montargil! Impunha-se esta “conversa curta” sobre o tema EDUCAR!

Pergunta:--A que atribui a indisciplina que hoje é marcante no seio da juventude. Culpa da Escola ou da Família?
Resposta:-Prefiro não atribuir culpas, afinal várias são as causas apontadas para a indisciplina. A sociedade actual influencia a conduta da família, da escola e, claro está, das crianças. Ainda que seja importante compreender o que causa a indisciplina, acredito que o importante é pensarmos em soluções, apoios para as famílias, para as escolas, para os jovens de modo a evitarmos a indisciplina. Por exemplo, por vezes a indisciplina na Escola resulta de falta de motivação e é possível aumentar a motivação dos jovens, portanto o importante é arregaçar mangas e trabalhar, procurar as soluções

[size=18]Pergunta:-Diz-se que o NÃO também ajuda a crescer, e que é importante a criança enconrtrar alguimas dificuldades

Resposta:-De facto, ouvir um NÃO prepara para o futuro. Todos nós temos que lidar com adversidades e contrariedades, aprender a viver com elas desde cedo facilita a adaptação à vida fora da seio familiar, ajuda a criança a aprender a ser flexível e a desenvolver a capacidade de adaptação fundamental nos nossos dias. Para ser mais clara, exemplifico, uma criança em que todos os seus desejos e vontades são SEMPRE concedidos terá sérias dificuldades de adaptação quando a sua rede de contactos se alargar a algo mais do que a sua família, na escola terá dificuldade em lidar com os erros (fundamentais para aprender), ou em fazer amigos pois estes não estarão dispostos a satisfazerem todos os seus caprichos…
Pergunta:-O “castigo” é necessário na educação da crianças se sim, que género de castigo?

Resposta: --Nenhuma criança cresce de modo saudável se não tiver regras claras para o seu comportamento e consequências inequívocas para os seus actos, assim, na medida do possível, especialmente a família deve ser um meio previsível, com estrutura e constância, para que crianças e jovens saibam o que se espera delas e o que acontecerá se cumprirem ou não o preestabelecido. Os pais devem orientar as crianças e jovens de modo a que estes possam compreender o que é certo ou errado, quer a nível familiar ou socialmente e as consequências negativas, ou castigos, são uma forma de ensinar a valorizar o comportamento correcto.
Pergunta: --Gritar e bater, que efeitos poderão ter?

Resposta:--Quando é necessário castigar, atenção, não se deve abusar nem na frequência nem intensidade, deve-se ter cuidado no castigo que se aplica, este deve ser lógico e significativo para a criança, portanto relacionado com o problema, que respeite a criança ou jovem (recebemos o que damos) e razoável para o erro cometido. Nunca se deve dar um castigo, daqueles que saem da boca para fora e que depois não se conseguem cumprir, só provocará descrédito na palavra do educador.
[font=Trebuchet MS]
[size=18]Pergunta: Gritar e bater que efeito poderá ter?

Responder-Gritar, bater parece-me que revela descontrolo da situação, pode levar a diversas consequências como ansiedade, medos, comportamentos de fuga, evitamento, entre muitos outros. Claro, que todos nós num ou noutro momento nos descontrolamos, mas importa que quando se “ralha” não se agrida, não se magoe, se evite a violência, no fundo que depois do “ralhete” não se sinta arrependido por se ter excedido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
C/ DrªLAURASILVA
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G.P.S.C. de Montargil :: Eventos, Recreação e Cultura :: Entrevista / Conversas-
Ir para: