G.P.S.C. de Montargil
informação
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
Últimos assuntos
» MUSEU ONLINE
Ter Abr 29, 2014 8:17 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Dom Abr 27, 2014 7:27 pm por lino mendes

» MUSEU ONLINE
Sab Abr 26, 2014 11:22 pm por lino mendes

» MUSEU OINLINE
Sab Abr 26, 2014 9:29 pm por lino mendes

» MUSEOLOGIA
Sab Abr 26, 2014 9:21 pm por lino mendes

» JORNAL DOSSABORES
Sex Abr 25, 2014 8:55 am por lino mendes

» LITERATURA
Ter Abr 22, 2014 9:36 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:33 pm por lino mendes

» O LIVRO
Ter Abr 22, 2014 9:31 pm por lino mendes

Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Rádio TugaNet
Geo Visitors Map
Dezembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 O ASSOCIATIVISMO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
lino mendes
Admin


Número de Mensagens : 869
Data de inscrição : 27/06/2008

MensagemAssunto: O ASSOCIATIVISMO   Qui Jan 21, 2010 4:20 pm






O Associativismo
em
Montargil
.



O associativismo sempre foi uma “escola da democracia”,e razão tinha o Estado Novo em estar atento a algumas “sociedades” e “colectividades”.no seio das quais geminaram algumas células em oposição ao mesmo.
E como teria sido em Montargil este movimento?
Tendo em consideração que haveria diferentes modelos de associação, rebuscando nas nossas memórias e conversando com o Manuel Carlos— uma fonte privilegiada—é possível aqui deixar um contributo para quem um dia se abalançar a elaborar um trabalho mais profundo sobre o assunto.

Mas, o que é associativismo?
Dizendo ser a expressão da “reunião” de pessoas com um objectivo comum, situemo-nos em 1816com a fundação da primeira Banda de Música e temos certamente o movimento associativo pioneiro na nossa terra. Era a mesma conhecida por “Sociedade Filarmónica”.

Com uma ou outra interrupção,a Banda manteve-se até hoje.Denominada “Grupo Musical Montargilense” na era Alves do Carmo”,mas conhecida pela “Música”, hoje é a “Escola de Música de Montargil”.

Entretanto,a Sociedade Recreativa Montergilense , e a Sociedade Artística Montargilense, mas respectivamente popularizadas por “Séde” e “Grèmio”aparecem para separar as águas,neste caso para separar”situações sociais”.Era enorme a rivalidade, e assim ambas tinham “grupo de teatro”,ambas tinham uma “pequena orquestra” para tocar aos bailes que ambas faziam.Estimulante?Ambas acabaram e tais actividades tinham terminado já.
A Séde, funcionava na então na Rua do Norte( hoje Rua 25 de Abril,nas primeiras instalações da Casa do Povo,e onde morou o Joaquim Conceição Rodrigues( Carapau), era formada por comerciantes,empregados do comércio e artesãos estabelecidos);por sua vez, o “Grémio” funcionou na Rua Nova,hoje Rua da Misericórdia, e na Rua de Santo António onde hoje mora o senhor José do Engarnal, e depois na mesma rua, quase em frente e onde veio a encerrar, e era constituido por pela classe operária mais pobre, e muitos trabalhadores rurais.
Perante eata separação e ainda ao facto de existir o “Clube”, destinado aos mais endinheirados,podemos constatar como estávamos longe da democracia.

Segundo o Manuel Carlos,o avô dizia-lhe que ono foi a Legião Portuguesa e hoje funciona o “Centro de Convívio para Idosos”,, terá existido uma sociedade designada por “Os Amarelos”,e outras conhecidas por “Os Azuis”(ou Talaças) Ne “Os Encarnados”.

E a terminar não podemos ignorar ,embora os estatutos não o permitissem, o papel que a Casa do Povo” realizou, nomeadamente com o aparecimento da Televião” e a apresentação de sessões de Cinema.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
O ASSOCIATIVISMO
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
G.P.S.C. de Montargil :: História e Património :: História de Montargil-
Ir para: